Baixa imunidade pode ser uma das maiores causas de gripe

0
10

Especialista fala sobre fatores que podem contribuir com a baixa proteção do corpo humano

Quem nunca pegou uma gripe forte e precisou de muito repouso e medicamentos para se curar? E quem nunca achou que pegou uma gripe porque estava com a imunidade baixa? Mas o que é a imunidade?

A imunidade é a proteção do corpo contra enfermidades e doenças, mais especificamente, as infecções. Algumas pessoas têm uma proteção, mas que não é o suficiente para criar anticorpos que defendam sua saúde de doenças como gripes e infecções de garganta, por exemplo. De acordo com o nutrólogo Maximo Asinelli, vários fatores podem fazer com que a imunidade do corpo seja baixa. ‘‘Variações hormonais, como a menstruação ou uma gravidez, hábitos alimentares não saudáveis e não fazer atividades físicas, podem ser alguns desses fatores’’, afirma o especialista.

Para tratar esse tipo de sintoma e aumentar a imunidade do corpo, existem vários medicamentos que podem auxiliar na melhora de uma pessoa, mas, na contramão disso, esses medicamentos podem ser prejudiciais à saúde, em outro aspecto, por conter em sua fórmula substâncias não habituais ao corpo humano. Para diminuir os efeitos colaterais, especialistas como Maximo Asinelli indicam o Soro da Imunidade. ‘‘Esse soro é menos agressivo ao corpo humano’’, diz o médico. Para ele, o soro é indicado em vários casos. ‘‘Pessoas que sempre ficam doente, estão com a imunidade sempre baixa e têm dificuldade na reparação dos tecidos da pele, por exemplo, podem tomar esse soro, claro que, se indicado por um médico responsável’’, afirma.

O soro da imunidade é aplicado na veia a cada 15 dias e, segundo o nutrólogo, o tratamento pode variar de 4 a 8 aplicações.

Compartilhar
Sou Blogueira, motivada pelo diagnóstico da Artrite Reumatoide aos 26 anos, como profissional da enfermagem eu estava acostumada a lidar com a dor, porém, a dor dos outros e de repente a dor passou a ser minha companheira. Troquei o cuidar assistencial pelo cuidar informacional e escrevi o Blog Artrite Reumatoide, para compartilhar a minha dor, aprendi então, que Dor Compartilhada é Dor Diminuída. Hoje sou “Patient Advocacy”, social media, graduanda do curso de jornalismo na FiamFaam, presidente do Grupo EncontrAR, vice-presidente do Grupar-RP, idealizadora dos Blogueiros da Saúde e uma eterna mobilizadora social em prol da qualidade de vida das pessoas com doenças crônicas no Brasil.

SEM COMENTÁRIOS

Deixe uma resposta