Doença de Crohn pode ter sintomas amenizados com alimentação

0
11
Woman lying on a couch with pain in her stomach

A Doença de Crohn é uma doença inflamatória do trato gastrointestinal, que afeta o intestino delgado e grosso. A cada 100 mil pessoas, cinco são afetadas pela doença, que é crônica e provavelmente provocada por desregulação do sistema imunológico, ou seja, do sistema de defesa do organismo.

Em geral, o diagnóstico é mais comum em pessoas entre 30 e 40 anos, mas ela pode afetar crianças e jovens adultos. Os sintomas são: dores de estômago sem nenhuma outra causa; diarreia; dor aguda na “boca” do estômago; cãibras; febre; e perda de peso; perda de apetite.

A alimentação assume um papel importante no combate ao problema. A dieta consiste em reduzir o consumo de alimentos ricos em açúcares e bebidas com cafeína. Isso porque irritam o intestino e podem aumentar os sintomas da doença. Além disso, devem ser evitados longos períodos sem comer. É fundamental que o intestino tenha um funcionamento regular e não seja tão exigido.

A médica Alice Amaral listou alguns alimentos que podem ser consumidos:

– Arroz, purês, batata;
– Carnes magras, ovo cozido, sardinha, atum, salmão;
– Legumes cozidos, como cenoura e abóbora;
– Frutas cozidas, como banana e maçã.

Devem ser evitados:

– Café, chá preto, refrigerantes com cafeína;
– Verduras cruas e frutas com casca;
– Mamão, laranja, ameixa;
– Leite, iogurte, queijo;
– Mel e açúcar;
– Aveia;
– Carne de porco, carnes gordurosas;
– Biscoitos amanteigados, doces com massa folhada, chocolate;
– Frituras, gratinados, maionese, refeições congeladas industrializadas, manteigas, creme de leite.

Fonte: http://www.radioculturasd.com.br/dra-alice-amaral-doenca-de-crohn-pode-ter-sintomas-amenizados-com-alimentacao/

Compartilhar
Aprendiz de Blogueira, moderadora do Grupo EncontrAR e Blog Artrite Reumatoide, CDC na Web, auxiliar técnica em informática, inspirada em poesia e arte, escritora, dedico grande parte do meu tempo útil em auxilio e direitos dos paciente, sou paciente de Artrite reumatoide há 6 anos, moro em Florianópolis.

SEM COMENTÁRIOS

Deixe uma resposta