Pacientes não retiram medicamentos e Itu devolve lote ao Estado

0
14

Aproximadamente 8.160 itens da Farmácia de Alto Custo (Componente Especializado da Assistência Farmacêutica) foram devolvidos ao Governo do Estado pela Secretaria de Saúde de Itu, neste mês de junho, o que representa um montante de mais de R$2 milhões. Essa devolução ocorreu porque 242 dos 2.238 pacientes cadastrados no programa não fizeram a retirada dos medicamentos e colírios no prazo estipulado.

A Farmácia de Alto Custo, como o programa é conhecido popularmente, é de responsabilidade do governo estadual. Cabe à Prefeitura a retirada dos itens em Sorocaba, município ao qual está vinculada, e disponibilizar funcionários e espaço físico para a entrega dos itens. Todo o trâmite e prazos do programa são determinados pelo Estado. Caso o paciente ou responsável não retire o item na data indicada, ao final do expediente a Prefeitura comunica o Estado, que autorizará ou não um novo dia para a entrega.

“A equipe da Secretaria de Saúde de Itu orienta os pacientes a respeitarem a data de retirada do medicamento ou colírio, a fim de evitar que o tratamento seja prejudicado. Há medicamento na listagem da Farmácia de Alto Custo que custa R$8 mil e, às vezes, pela perda do prazo de entrega, o tratamento é interrompido por um mês. Enquanto Secretaria, temos que respeitar as normas de devolução estabelecidas pelo Governo do Estado”, esclarece a secretária municipal de Saúde, Janaina Guerino de Camargo.

Nos casos em que o paciente comparece para a retirada e o item não está disponível é porque o Estado não realizou a entrega. Então, uma nova data é agendada de acordo com a previsão de entrega dada pelo Estado. No entanto, dados da Secretaria de Itu registram que cerca de 50% dos pacientes não retornam à unidade para a segunda retirada e, seguindo as normas, o item é devolvido ao Estado. Existe um transtorno operacional, mas o maior prejuízo é do próprio paciente.

Fonte: http://www.itu.com.br/bem-estar/noticia/pacientes-nao-retiram-medicamentos-e-itu-devolve-lote-ao-estado-20180629

Compartilhar
Sou Blogueira, motivada pelo diagnóstico da Artrite Reumatoide aos 26 anos, como profissional da enfermagem eu estava acostumada a lidar com a dor, porém, a dor dos outros e de repente a dor passou a ser minha companheira. Troquei o cuidar assistencial pelo cuidar informacional e escrevi o Blog Artrite Reumatoide, para compartilhar a minha dor, aprendi então, que Dor Compartilhada é Dor Diminuída. Hoje sou “Patient Advocacy”, social media, graduanda do curso de jornalismo na FiamFaam, presidente do Grupo EncontrAR, vice-presidente do Grupar-RP, idealizadora dos Blogueiros da Saúde e uma eterna mobilizadora social em prol da qualidade de vida das pessoas com doenças crônicas no Brasil.

SEM COMENTÁRIOS

Deixe uma resposta